25 agosto 2010

Geraldo Vandré - Discografia



Geraldo Vandré
nome artístico de Geraldo Pedroso de Araújo Dias Vandregísilo, paraibano, (João Pessoa12 de setembro de 1935) é um cantor e compositor brasileiro. Seusobrenome é uma abreviatura do sobrenome do seu pai, José Vandregísilo, de quem ele herdou o sobrenome abreviado para Vandré, com o qual tornou-se famoso, pelas suasmúsicas que exprimiam a oposição ao regime militar imposto em 1964, como "Porta Estandarte" ou com mais apelo à luta de classes como "Aroeira". O sucesso maior veio com "Disparada", vencedora de fato do Festival de Canção da Record em 1966. Vandré, magnânimo, solicitou que "A Banda" de Chico Buarque dividisse o primeiro lugar com "Disparada". Em 1968 ao defender "Para não dizer que não falei de flores" criou um dos hinos da resistência ao regime militar que ficou conhecido pela primeira palavra: "Caminhando". Após, o exílio, compôs "Fabiana", em homenagem às Forças Aéreas Brasileiras. Geraldo Vandré abandonou a vida pública e, vive afastado do mundo artístico. A sua personalidade reservada permitiu que se reproduzissem duas lendas. A primeira, mais difundida, a de que fora preso, torturado, castrado e, consequentemente enlouquecido. A segunda, de que fizera acordo com os órgãos de repressão na sua volta e, para tanto compusera "Fabiana". Nenhuma das duas versões tem qualquer base real, porque nos poucos momentos que concedeu entrevista, sempre lúcido, negou que fora preso, simplesmente abandonara o país pela perseguição que sofria.

"Olha... E sabe o que eu acho... Eu acho uma coisa só a mais... Antônio Carlos Jobim e Chico Buarque de Hollanda... Merecem o nosso respeito.... A nossa função é fazer canções, a função de julgar nesse instante é do júri que ali está... Um momento... Por favor, por favor, tem mais uma coisa só... Prá vocês, prá vocês... Que continuam pensando, que me apóiam vaiando! Gente... Gente... Por favor, olha tem uma coisa só... A vida não se resume em festivais!"


Foi "Só" isso que ele disse antes de interpretar a sua "Pra não dizer que não falei das flores"  no festival de 1968 (Gravação disponível, no LP Coletânea, postado aqui).


Vandré, hoje faz questão de ser denominado "Geraldo Pedrosa", e cumpre sua promessa de não mais cantar nesse país enquanto por aqui não houver democracia, o que é uma pena para o público.


Aproveitem todos os discos dele no link abaixo: 

O Colecionador de Discos

2 comentários:

Neylor disse...

Olá. Tudo bem?
Os links estão expirados. Tem como vc refazer os uploads?
Agradeço.

Neylor disse...

Olá, tudo bem?
Tem como vc refazer os uploads?
Agradeço desde já.